Campanha Micro-lixo.

Em junho deste ano, a Respire junto ao Clube de Dança - Saidaí, iniciou uma campanha de conscientização sobre lixo nos passeios de barco que acontecem na praias de Arraial do Cabo. 

Como isso aconteceu? 

O Clube de dança - Saidaí é um espaço de pesquisa e experimentação em dança que a Respire vem apoiando desde novembro de 2018. Um dos projetos que tem sido desenvolvido por eles é uma intervenção artística a partir da criação de roupas feitas de lixo. No desenvolvimento dessas roupas, os integrantes fazem catação de lixo nas praias. Uma das integrantes do clube é fotógrafa e participa dos passeios de barco por Arraial do Cabo. 

Nessa rotina de catar o lixo para as roupas nas praias de Buzios, notamos que seria bastante importante despertar a visão dos frequentadores das praias sobre o lixo. Sobre o fato de que o lixo,  de alguma maneira, vai  tornando-se invisível, ou o lixo vai sendo  categorizado pelo olhar como um " lixo que não fui eu quem jogou", e que portanto, passasse a ser "menos lixo", como se as qualidades reais do lixo, nocivas aos viventes sumissem . 

Durante a ação de catar lixo, foi notado que muitos dos presentes ao ver a catação de lixo  que estava sendo feita, passavam também  a se comunicar com o lixo ao seu redor e a juntá-lo. 

Como acontece a nossa Campanha do micro-lixo?

No passeio de barco, em uma das paradas nas praias é explicado para os viajantes a intervenção do Clube de Dança com roupas feitas de lixo que está em desenvolvimento, e é proposta uma gincana que consiste em catar microlixo na praia, e quem catar a maior quantidade recebe uma blusa da Respire de presente.

Tem sido muito bacana o resultado dessa ação. A alegria dos participantes durante a catação do lixo e o movimento cheio de cuidado com a natureza que acontece,  acreditamos que seguirá com eles por onde estiverem, e nisso a Respire também soma mais uma memória alegre e duradoura ao seu modo de vestir os corpos.