Dia14 - “Entre quatro paredes há tantos cantos que nos fazem morrer… a calma, a solitude, e usar o impulso nas paredes que nos fecham…  por ai vai nascendo um novo espaço próprio onde voltamos a fluir, viva.” por Lucia Maximo.